Vinyl: A Velha e Boa Indústria do Rock (Review)

Cast
Cast

“Indispensável para os fãs do bom Rock N Roll, essa série produzida por Martin Scorsese, junto com Mick Jagger e Terrance Winter traz o que até então já pode ser considerada a maior produção sobre o cenário fonográfico dos anos 70. Absolutamente tudo que se espera dessa indústria é encontrada na trama sem pudores na apresentação; sexo, drogas e boa música invadem a tela em grandes proporções e se faz genial! ”

 

A trama gira em torno de Richie Finestra (Bobby Cannavale) o presidente de uma das maiores gravadoras (fictícias) nos anos 70, que tem enfrentado uma crise na sua produtora e cogita a possibilidade de vendê-la, o que é tratado logo no primeiro episódio com quase duas horas de duração, tendo os demais por volta de sessenta minutos. Além da crise financeira, o produtor tem que lidar com problemas familiares e seu vício por álcool e drogas, artifícios que são amplamente utilizados em cena, tentando transmitir a sensação da “loucura” associada ao cenário da época. Cenário esse que permitiu que os roteiristas trouxessem grandes ícones da música no auge de suas carreiras, não citarei nomes para não comprometer as surpresas da trama. Scorsese em sua marca registrada, invoca um clima noir, perceptível tanto na plot que envolve máfia, crimes, ascensões italianas e investigações, como na fotografia de Nova York em determinados momentos, apesar do elenco não contar com grandes nomes, Cannavale e Olivia Wilde, o casal foco da série, sustentam incrivelmente bem o drama pedido pelo enredo, que em sua primeira temporada, se desenvolve em dez episódios. O cenário e figurino estão impecáveis e caracterizam grande parte da experiência do expectador ao ver uma retratação tão fidedigna, embora o maior destaque seja da trilha sonora, há o que falar sobre essa trilha? Não houve um episódio do qual não terminasse querendo procurar todas aquelas canções apresentadas, rock clássico, blues, punk, com interpretações marcantes e de altíssima qualidade marcam todos os episódios, citando alguns nomes apenas do piloto, temos: David Johansen, James Brow, Chuck Berry, dentre outros.

Finestra
Finestra

Vinyl é mais que uma produção sobre a indústria fonográfica dos anos 70, acima de tudo é sobre música, sobre excelência artística e acreditar naquilo de real valor. Portanto quem diz apreciar o bom Rock N Roll deve se ligar nessa série, que em sua primeira temporada, mostrou grande originalidade.

Trailer HBO

Os fãs da série e da boa música podem acessar a trilha sonora oficial da produção pelo Spotify através do seguinte link:

Renan Gonçalves

Geek assumido. Historiador, assíduo leitor, consumidor de cultura pop (o pop não poupa ninguém). Apaixonado por dinossauros e filmes desde que vi Jurassic Park no cinema! O filme que me desvirginou em 93. Fã de carteirinha de James Bond, desde que vi ele saindo com várias mulheres em todos os filmes, mas ele não me desvirginou (Eu acho). Apelido NAN ou Gaúcho, pois uso nó maragato e até de ginete algumas vezes!

  • João Motta

    Recomendo a série também para aqueles que precisam de uma dose de animação para a vida cotidiana, já que contém momentos fortes, mas que demandam uma boa digestão.

    Recomendo ouvir as trilhas (ao menos parte, ou o mais expressivo) dos músicos relacionados no corpo da história, para sacar o momento histórico que se tenta retratar.

  • Karen

    Assisti logo que saiu, achei legal a idéia, mas muito maçante os eps com 2 horas, não me prendeu atenção e fiquei entediada