A nova/velha industria do “Teen Horror”

“Sexta-Feira 13”, “A Hora do Pesadelo”, “Pânico”: São algumas das muitas produções que moldaram um novo gênero ao longo do anos, o do “Teen Horror.” Gênero esse que parece ter sido explorado em exaustão pelo cinema desde os anos 80. No mercado midiático atual algumas produções ainda costumam despontar além do cinema, como em séries e jogos. Falemos um pouco mais sobre elas aqui.”

Scream (Série)

screamfoto

Lançado em 1996, Scream (Pânico), trouxe a história de um assassino aficionado por filmes de terror, onde suas vítimas recebiam enigmas por ligações. Essa plot resultou em uma franquia de 4 filmes de enorme sucesso, principalmente entre os adolescentes. Os criadores Wes Craves e Kevin Williamson, utilizaram da metalinguagem para tratar as características “chave” dos filmes de terror já conhecidos, dentro do seu próprio longa; são debates em constante exposição na história e que se correlacionam com ela, de maneira criativa. Pensando no sucesso passado da franquia, a MTV  trouxe novamente o famoso assassino ghostface, assolando adolescentes que esbanjam estereótipos dentro do High School americano. A Plot da série tem início de maneira similar ao primeiro filme, depois de dois adolescentes serem assassinados de maneira brutal, a cidade de Lakewood precisa lidar com seu próprio passado. A mitologia criada pelo filme original está presente e evidente na série, temos a jovem Emma (Willa Fitzgerald), que funciona como uma espécie de protagonista, sendo o alvo principal do serial killer. Primeiramente, ele persegue todos os seus amigos, enquanto indiretamente envia sinais para amedrontar a garota. Segredos do passado, ligações desconhecidas entre os personagens, discussões sobre o gênero terror; marcam a série, da mesma maneira que marcaram os filmes originais. Apesar do formato ser outro, os roteiristas se esforçam em manter um atrativo para fisgar o expectador; seja esse o carisma de alguns personagens, os mistérios que só parecem crescer, ou ainda as brilhantes referências sobre produções atuais. E quem conhece o gênero, deverá se agradar ao reconhecê-las. A série foi lançada pela MTV em 2015 e você encontra as duas primeiras temporadas disponíveis na Netflix, através desse link.

Confira o Trailer

 

Until Dawn (Game)

untildawn

Until Dawn é um jogo exclusivo, lançado para Playstation 4 em Agosto de 2015. E que leva a temática proposta nesse post, para uma mídia totalmente inusitada, os games. Assumindo o controle de jovens marcados pelos mesmos arquétipos usuais das produções teen, onde temos o popular, o nerd, a comedida, etc. Seguindo por essa linha, o jogo traz atores reais, inclusive que já se envolveram com esse tipo de produção na TV, como Hayden Panettiere Rami Malek. A plot situa os jovens em uma casa nas colinas, onde no passado, o mesmo grupo presenciou o desaparecimento de duas amigas na região. Alguns anos após o incidente, eles decidem novamente se reunir e aqui você os controla ao tempo que conhece a personalidade de cada um, até surgir um suposto assassino que persegue os jovens durante sua estadia no local. O interessante aqui, é a proposta do enredo, que permite alterações nos eventos conforme suas escolhas, alterações essas que ditam o futuro dos personagens envolvidos. O jogo está repleto de referências aos filmes clássicos de terror, dentro ou não do gênero teen. A própria experiência do game é cinematográfica e te colocará dentro de um filme, do qual você escolhe os finais, quem vive e quem morre! Vale também dizer que o jogo foi bem recebido pelo crítica, tirando excelentes notas.

Compre Until Dawn: ShopB

Confira o Trailer

 

Dead of Summer (Série)

deadofsummerfoto

Finalizando, trago para vocês uma novíssima produção intitulada Dead of Summer, que acaba de estrear no canal Freeform. O primeiro episódio lançado ontem (29/06), recebeu o título de Patience. A trama gira em torno de um grupo de jovens que tradicionalmente participam de um acampamento de verão, o Stillwater. Acampamento esse gerenciado por Deb (Elizabeth Mitchell de Lost), no plano inicial já podemos constatar que o local tem um passado sombrio, através de uma cena que se passa em 1871, onde podemos ver um misterioso evento envolvendo um pianista e uma espécie de ritual. A história, no entanto, se passa em 1989; com a chegada dos jovens no acampamento onde serão monitores. Amy, interpretada por Elizabeth Lail (Once Upon a Time) é uma novata no grupo, onde todos já se conhecem. Logo temos todo aquele conceito de adaptação que a personagem sofre. Os arquétipos já mencionados antes estão presentes aqui, temos jovens que trazem diferentes tipos de personalidade e vários segredos. No breve primeiro episódio, muitos são os mistérios propostos. Porém podemos ver quais foram os eventos que levaram Amy até o acampamento em questão, e conhecer um pouco mais sobre o passado da garota. O sobrenatural aparenta ser um fator presente na trama ainda nublada; mistério, violência e sangue também marcam esse episódio. O clima dos anos 80 é bem retratado. A fotografia da série sugere um ar antigo, enquanto a trilha sonora trazendo faixas da época, colabora para a sensação de produção passada. Apesar do elenco pouco conhecido e do orçamento não tão alto, a série foi honesta em seu piloto; mostrando que sem grandes pretensões, pretende contar uma boa história e criar um clima de suspense que será seu carro chefe. Devo apontar que o ar de produções como Sexta-Feira 13 e Pânico também estão presentes aqui. Inclusive alguns diálogos mencionando filmes que, utilizam da mesma metalinguagem vista em Scream, entre outras menções claras, que podem ser entendidas facilmente pelos fãs do gênero.

Confira o Trailer

 

 

Renan Gonçalves

Geek assumido. Historiador, assíduo leitor, consumidor de cultura pop (o pop não poupa ninguém). Apaixonado por dinossauros e filmes desde que vi Jurassic Park no cinema! O filme que me desvirginou em 93. Fã de carteirinha de James Bond, desde que vi ele saindo com várias mulheres em todos os filmes, mas ele não me desvirginou (Eu acho). Apelido NAN ou Gaúcho, pois uso nó maragato e até de ginete algumas vezes!