H. P. Lovecraft e os Mitos em alta (Parte I)

“A mais antiga e forte emoção do ser humano é o medo, e o tipo mais forte de medo é o medo do desconhecido”

A frase acima, concebida por Howard Phillips Lovecraft, ilustra perfeitamente o universo predominante nas obras do autor. Considerado um dos pais do gênero terror, Lovecraft revolucionou o conceito, introduzindo elementos da ficção científica e criando algo inédito. Essa criação perdura até hoje, e o universo proposto percorre livremente diversas mídias que incorporaram as influências do escritor. Hoje encontramos esse mundo estampado no RPG, nos Board Games, Video Games, HQs, cinema e na literatura. Portanto a proposta dessa Magazine é trazer um pouco mais sobre esse universo. Trataremos dos principais contos, filmes e jogos que se relacionam com o escritor, de maneira que o leitor possa conhecê-lo, e quem sabe, tomar gosto pelo brilhante literário.

Início

lovecraft2

Howard Phillips Lovecraft nascera em Providence, Rhode Island, em agosto de 1890. O menino, que era filho único, perdeu seu pai cedo e fora criado por sua mãe e avô, do qual teve grande influência em seu ingresso na vida literária. Desde criança, Lovecraft demonstrava aptidão para escrita, porém sofreu grandes traumas durante sua juventude, a começar por seus pais, ambos acometidos por intensas crises de nervos, que futuramente viriam a fazer parte da vida do autor. Com a morte do seu avô, tiveram que se mudar para uma residência de menor porte, onde o ambiente em nada contribuía para o estado de saúde do garoto, que vivia constantemente doente. Em 1908, com apenas 17 anos de idade, Howard sofreu um colapso nervoso, impedindo-o de concluir o ensino, e consequentemente adentrar uma faculdade. O jovem, que passava grande parte do tempo em sua casa, começa a escrever seus primeiros contos que fariam “sucesso”, sendo “Dagon,” o primeiro publicado na revista pulp “Weird Tales”, publicação americana iniciada em 1923 e trazia em seu conteúdo, histórias fantásticas, quando a ficção científica ainda caminhava. O autor morreu jovem, aos 46 anos, em decorrência de um câncer. Em vida, jamais publicara verdadeiramente um livro, tendo toda sua obra espalhada por revistas e publicações de caráter pequeno e amador, felizmente dois de seus amigos influentes no universo literário, August Derleth e Donald Wandrei, conseguiram publicar e divulgar seu trabalho, através do selo criado “Arkham House”. Logo o sucesso do autor veio apenas e muito tempo após sua morte.

Influencias  

Lovecraft 3

Uma das principais influências de Lovecraft, fora Edgar Allan Poe, o escritor também incluía em seu texto a essência de seus constantes pesadelos, pautando a obra dentro do campo do abstrato e do subconsciente. A temática da loucura é pontualmente presente em seus textos, uma possível alusão ás moléstias que acometeram seus pais e que aparentemente acometia ao próprio em vida. O “cosmicismo,” filosofia criada pelo autor e onde suas histórias eram pautadas, trazia entre outras coisas, à insignificância de nossa raça frente àquilo que é um oculto dentro do cosmos. Seus protagonistas, em suma, se deparam sempre com o desconhecido, o místico e aquilo que não conseguem compreender, e que acaba por levá-los à beira da insanidade na maior parte dos casos, em virtude desse desconhecido sempre estar associado com um “grande mal” disposto a banir a humanidade sem esforço. E esse universo é repleto de criaturas míticas e místicas; monstros, cultos e propostas capazes de tirar o sono das mentes sãs e que em sua complexidade, puderam servir de palco para Rpgs, Jogos Eletrônicos, além de ainda ser influência para diversos autores como Stephen King, entre outros. August Derleth, também criou o termo “Os Mitos de Cthulhu” para designar o universo fantásticos proposto por Lovecraft, mas falerei mais sobre isso no próximo post!

Obras

Public
Publicação Weird Tales com a capa trazendo Lovecraft com o conto “The Shadow Over Innsmouth”

Dentre as obras mais consagradas do autor, podemos citar: O Chamado de Cthulhu, O Horror de Dunwich, Do Além, A História do Necronomicon, A Tumba, Nas Montanhas da Loucura, A Sombra Vinda do Tempo, Um Sussurro nas Trevas, entre tantos outras, em sua maioria contos. Podemos encontrar grande parte desse material disponível em inglês, através desse Link e alguns em nosso idioma disponíveis na sessão de livros do Google aqui.

Não percam o próximo post, onde fareia uma resenha da mais famosa obra do autor “O Chamado de Cthulhu”.

 

 

 

Renan Gonçalves

Geek assumido. Historiador, assíduo leitor, consumidor de cultura pop (o pop não poupa ninguém). Apaixonado por dinossauros e filmes desde que vi Jurassic Park no cinema! O filme que me desvirginou em 93. Fã de carteirinha de James Bond, desde que vi ele saindo com várias mulheres em todos os filmes, mas ele não me desvirginou (Eu acho). Apelido NAN ou Gaúcho, pois uso nó maragato e até de ginete algumas vezes!