Alan Moore está próximo de sua aposentadoria dos quadrinhos

Um dos maiores nomes mundialmente vivos das histórias em quadrinhos, Alan Moore declarou que sua aposentadoria está muito próxima.

Em uma conferência realizada em Londres, segundo o jornal The Guardian, Moore afirmou: “Ainda tenho umas 250 páginas restantes de quadrinhos. Provavelmente serão muito agradáveis. Existem algumas coisas do press book de Avatar que estou fazendo no momento, e parte de um trabalho recente de HP Lovecraft. Kevin O’Neill e eu estamos terminando Cinema Purgatorio, temos mais um livro, o final de A Liga Extraordinária, para completar. Depois disso, apesar de eu poder fazer pedaços de algum quadrinho no futuro, acredito que realmente finalizei com os quadrinhos”.

Também completando: “Fiz tudo o que pude. Se eu continuasse, acredito que as ideias sofreriam, é inevitável você começar a reciclar coisas, e acho que você e eu merecemos mais do que isso”.

Alan Moore conquistou uma reputação invejável ao criar obras fundamentais dos quadrinhos como V de Vingança, Batman: A Piada Mortal, Watchmen, etc. Há rumores que o escritor deseje atuar com áreas como cinema e literatura a partir de agora, mas nada foi confirmado.

Pedro Ornellas Ribeiro

Apenas um cara comum que é considerado estranho por ter lido 3 edições dos Dicionários dos Cineastas e se lembrar do ano de lançamento, nomes e obras de diversos diretores quando era menor. (Ok, isso é um pouco estranho mesmo) Publicitário, mas que sempre quis trabalhar com cinema. Acredita que as pessoas não são ruins, elas só estão perdidas. Talvez por isso ainda acredite em super heróis. Acredita que o mundo não é binário. Por isso, gosta tanto da DC quanto da Marvel, assim como Star Wars e Star Trek. Ama cinema blockbuster, mas não abre mão de poder assistir um filme alternativo sempre que puder. Não gosta de café. Futebol, política e religião se discutem sim, mas sempre numa boa. Ah, filme favorito? Tubarão (1975), do Spielberg.