O Retorno de MacGyver – Crítica

“Quando pensamos em séries nostálgicas dos anos 80, é certo que títulos como Miami Vice e A Super Máquina logo surgem em nossas mentes, e inegavelmente MacGyver se manifesta igualmente em tais pensamentos. A série, que durou até meados de 1992, trazia situações que beiravam o fantásticos quanto às peripécias do protagonista, ganhando uma legião de fãs e críticos. Com a atual onda das regravações de obras clássicas, o título não poderia ficar de fora. Mas será que o Remake compensa? Descubra em nossa crítica!”

mcguyver

Lee David Zlotoff é o nome do qual atribuímos a criação da icônica série que foi ao ar inicialmente em 1985. MacGyver ,originalmente exibido pelo canal ABC, trouxe um protagonista carismático e dotado de extremo conhecimento científico, conhecimento esse que permitia o personagem construir os mais diversos apetrechos para se livrar das situações de risco ou ainda salvar o mundo em sua profissão de agente secreto, trabalhando para uma organização governamental clandestina. No cardápio, temos construção de bombas com chiclete e desarmamento de mísseis com tênis. Todos embasados cientificamente. Embora a maioria fosse inviável quanto sua realização, é certo que a série abordava ciência de uma forma divertida, atraindo atração dos jovens que na época não possuíam o advento da internet para o entretenimento. Essa fórmula gerou uma porção de fãs nostálgicos quanto à produção, portanto na última Sexta-Feira (23/09), o canal americano CBS apresentou o piloto da nova série, totalmente reformulada e com uma narrativa que fala nossa língua, tal estreia já quebrou recordes da emissora, com uma audiência registrada de 10,9 milhões de espectadores.

James Wan foi um dos nomes escolhidos para dirigir o piloto, o diretor consagrado dentro do gênero terror, já demonstrara competência na direção do sétimo filme da franquia Velozes e Furiosos. E percebemos esse comandar acertado no episódio exibido; ótimas sequências de ação, trama atrativa e referências que evocam a alma da produção clássica estão presentes e funcionam muito bem. Apesar da produção sofrer com o típico problema das séries de ação, onde o orçamento é dividido, o que resulta em algumas precariedades como efeitos especiais fracos e elenco genérico, a série consegue contornar bem o problema focando em atrativos maiores, como a própria habilidade do protagonista que agora imprime uma interface totalmente nova, trazendo o nome em tela dos materiais usados e breves explicações sobre a ciência envolvida em suas construções, tudo com um forte apelo visual, sempre agradável e extremamente divertido da forma como é apresentado. E diversão é o carro chefe da série, o elenco entrega uma química aceitável, apesar do destaque maior ficar com o protagonista Lucas Till (X-Men: Apocalipse). Esse se mostrou muito seguro no papel de Angus MacGyver, assimilando bem a essência do personagem interpretado por Richard Dean Anderson no clássico oitentista.

MACGYVER, a reimagining of the classic series, is an action-adventure drama about 20-something Angus "Mac" MacGyver, who creates a clandestine organization within the U.S. government where he uses his extraordinary talent for unconventional problem solving and vast scientific knowledge to save lives. It premieres Friday, Sept. 23 (8:00-9:00 PM, ET/PT) on the CBS Television Network. Pictured: Sandrine Holt, George Eads. Tristin Mays, Lucas Till. Photo: Guy D'Alema/CBS ©2016 CBS Broadcasting, Inc. All Rights Reserved

Apesar de estarmos no início, MacGyver provou que as antigas produções ainda podem inspirar um produto competente e cabível nos dias de hoje, o título que sempre ganhou fama de fantástico, parece brincar com ela a ponto de enaltecer os elementos que a precedem, e o faz de maneira criativa e principalmente funcional nas telas. Seja pela nostalgia ou pela diversão, é certo que o resultado inicial agradou e os números comprovam o sucesso, logo estaremos atentos ao conteúdo vindouro e traremos mais sobre a série em nosso site. Não deixem de conferir!

Confira o Trailer

 

 

 

Renan Gonçalves

Geek assumido. Historiador, assíduo leitor, consumidor de cultura pop (o pop não poupa ninguém). Apaixonado por dinossauros e filmes desde que vi Jurassic Park no cinema! O filme que me desvirginou em 93. Fã de carteirinha de James Bond, desde que vi ele saindo com várias mulheres em todos os filmes, mas ele não me desvirginou (Eu acho). Apelido NAN ou Gaúcho, pois uso nó maragato e até de ginete algumas vezes!