[RobotTips] Farms & Castles, por um mundo sem gastos

Olha só que facinho esse jogo: Tem um belo campo, e você pode construir fazendas e castelos. Junta três matinhos e faz uma plantação, junta três plantações e faz uma fazenda, ou então, três pedrinhas por um muro, três muros por uma torre e três torres por um castelo. Quanto mais você constrói, maior a sua pontuação.

A impressão é que você vai construir para sempre e fazer a pontuação que você quiser, né? Só tem um problema: as construções ocupam espaço, e o campo não aumenta de tamanho. O jogo exige um absurdo planejamento prévio para conseguir encaixar a maior quantidade possível de construções e precisa de um pouco de sorte também, pois são só duas opções aleatórias de elementos para colocar no campo a cada jogada. Para ajudar, existem uns poderes que trocam uma construção de lugar, ou então, combinar com outras duas construções iguais.

É um excelente exemplo de joguinho fácil de aprender e difícil de dominar. Você começa a jogar bem relaxado, curtindo as fazendinhas se formando e os castelinhos se construindo, depois de algum tempo você leva minutos para decidir onde vai colocar uma simples moitinha no cenário.

Quando não tem mais espaço para colocar nada, o jogo acaba, sua pontuação é registrada e você recomeça a jogar instantaneamente, totalmente desafiado a superar seu desempenho anterior.

O tempo que você levaria vendo um gameplay você gasta baixando o jogo aqui para Android e aqui para iOS e já começa a jogar.

 

Roj Ventura

Roj Ventura foi, em 2001, responsável pelo experimento social "Predacolândia", realizado em um tanque de 500 litros com diversos animais de água doce. O projeto era pay-per-view, mas a revolta de vários grupos ecológicos levou ao encerramento do experimento em 2004, com a liberação dos animais sobreviventes no Clube de Campo de Catanduva (que foi interditato no mesmo ano, sem divulgação da causa, pelo Departamento Estadual de Zoonoses). Por motivos federais, Roj Ventura mudou-se para o exterior (provavelmente algum país da América Latina) e aguarda a finalização das investigações da "Operação Tucumã" para poder voltar ao país.