[GeekFolia] 5 dicas de filmes para curtir durante o carnaval

Seguindo as comemorações do GeekFolia, os filmes não poderiam ficar de fora do nosso especial de carnaval. Afinal, se muitos aproveitam para sair pelas ruas pulando entre blocos e trios elétricos, nós sabemos que sempre existe aquela parcela que prefere curtir a folia em suas casas ou cinemas, acompanhada de um ótimo filme. Sem falar que o Oscar 2017 está logo ali, com cerimônia marcada para o próximo domingo (26). Bem, pensando nisso, o RobotGeeks preparou uma lista especial e diversa para que você coloque seus filmes em dia e possa acompanhar a maior premiação do cinema com todo direito de reclamar caso seu longa preferido não seja um dos vencedores da noite. Confira abaixo!

 

Moonlight – Sob a Luz do Luar

Com 8 indicações ao Oscar, Moonlight ganhou cada vez mais atenção após suas primeiras exibições em festivais de cinema pelo mundo. A trama relata três momentos distintos da vida de Chiron (Ashton Sanders), um jovem negro morador de uma comunidade pobre de Miami. Baseado na vida de seu diretor, Barry Jenkins, o longa aborda questões como bullying, a crise de identidade da adolescência e a tentação do universo do crime e das drogas. Moonlight se estabeleceu como um interessante estudo de personagem e merece sua atenção.

 

LEGO Batman: O Filme

Uma das ótimas surpresas do começo do ano, LEGO Batman: O Filme se tornou uma febre em todo o mundo e vem agradando crianças, adultos e até mesmo os fãs mais fervorosos do Cavaleiro das Trevas. Derivado de Uma Aventura Lego, a animação mostra um Batman (dublado por Will Arnett) solitário, que finge lidar bem com a situação até descobrir que adotou acidentalmente Robin (Michael Cera). Agora, o Homem-Morcego deverá ajudar seu parceiro mirim a se tornar um combatente do crime e impedir que o Coringa (Zach Galifianakis) realize mais um de seus planos.

 

Até o Último Homem

Considerado como o sucessor espiritual de grandes filmes de guerra, como O Resgate do Soldado Ryan e Platoon, Até o Último Homem tem sido anunciado como o grande retorno do ator e diretor Mel Gibson à sua antiga forma, alcançando 6 indicações ao prêmio máximo da Academia. Passado durante a Segunda Guerra Mundial, acompanhamos a história verídica do médico Desmond T. Doss (Andrew Garfield), que se recusava publicamente a pegar em uma arma e matar pessoas. Contudo, ele se vê preso em meio à Batalha de Okinawa, onde enfrenta imensos dilemas sobre suas crenças e consegue ajudar a salvar a vida de mais de 75 homens.

 

Cassino

Agora partindo para dicas para aqueles que preferem ficar em casa e aproveitar um Netflix no conforto de seus sofás, a recomendação é o clássico Cassino. Dirigido por Martin Scorcese, o longa é parte das grandes obras primas sobre a máfia norte-americana do diretor, ao lado de Os Bons CompanheirosCaminhos Perigosos. Cassino não recebeu tanta atenção em seu lançamento, mas foi ganhando cada vez mais seguidores ao longo dos anos, sendo considerado por muitos como o melhor filme de Scorcese até hoje. No elenco, nomes como Robert de Niro, Sharon Stone, Joe Pesci e James Woods complementam toda a grandiosidade da obra.

 

Cobain: Montage of Heck

Para fechar a lista, mais uma recomendação disponível na Netflix. Kurt Cobain se tornou um dos maiores nomes da música mundial durante a década de 90, com o sucesso de sua banda, o Nirvana. Com músicas que retratavam a desilusão da juventude norte-americana e suas próprias angústias existenciais, Kurt é visto como o símbolo máximo de sua geração. Porém, quem realmente era o homem por trás da lenda? Quais motivos o levaram a formar o Nirvana? Como Kurt via o mundo, sua família e a si mesmo? Essas são algumas perguntas que motivaram o diretor Brett Morgen a mergulhar na história do músico e nos presentear com o documentário Cobain: Montage of Heck.

 

As festas não acabam por aqui! Para aproveitar seu feriado ainda mais, conheça também nossas dicas de games, boardgames sériesCurta o carnaval da sua maneira e até a próxima!

 

Pedro Ornellas Ribeiro

Apenas um cara comum que é considerado estranho por ter lido 3 edições dos Dicionários dos Cineastas e se lembrar do ano de lançamento, nomes e obras de diversos diretores quando era menor. (Ok, isso é um pouco estranho mesmo) Publicitário, mas que sempre quis trabalhar com cinema. Acredita que as pessoas não são ruins, elas só estão perdidas. Talvez por isso ainda acredite em super heróis. Acredita que o mundo não é binário. Por isso, gosta tanto da DC quanto da Marvel, assim como Star Wars e Star Trek. Ama cinema blockbuster, mas não abre mão de poder assistir um filme alternativo sempre que puder. Não gosta de café. Futebol, política e religião se discutem sim, mas sempre numa boa. Ah, filme favorito? Tubarão (1975), do Spielberg.