Hugh Jackman cogitou desistir de Wolverine após “X-Men Origens: Wolverine”

Após o lançamento de X-Men Origens: Wolverine, Hugh Jackman considerou a possibilidade de abandonar o papel de Wolverine. Em entrevista para o site EW, o ator australiano conta que não via mais para onde levar o personagem e que a decepção do fãs com o filme foi um motivo de preocupação.

Eu não conseguia ver qual era a próxima coisa, eu não sabia o que mais fazer. Eu não sabia onde ir… Eu sei que as pessoas gostam do personagem. Nem todos os fãs gostaram do filme. Eles são muito vocais comigo. Bom ou ruim, eles me dizem. É o tipo de família que eu tenho. ‘O que você estava pensando?! Eu te amo, cara, mas isso foi…'”.

Então, Jackman revelou que uma conversa com o diretor Darren Aronofsky foi a maneira que encontrou para se entusiasmar novamente com o personagem e suas possibilidades criativas. Aronofsky estava envolvido na direção do segundo filme solo do personagem, mas deixou o projeto. Para ele, a fascinação sobre Logan estava no fato que suas cicatrizes emocionais permaneciam constantemente e o assombravam.

Do nada, eu tive essa imagem. Pode ser uma ideia simples como essa, e do nada me faz ficar ‘ah, tem outra maneira de fazer esse personagem. Uma forma totalmente diferente de entrar no personagem. Em qualquer campo criativo, você precisa sentir aquele ‘isso me deixa animado’ ou ‘é assim que eu devia ter interpretado nas últimas cinco vezes, e agora eu sei como fazer.’ Eu acho que Logan demonstra isso melhor que qualquer filme.” disse Jackman.

Logan se passa em 2029, quando a população mundial está em declínio. Os mutantes estão em aparente extinção e sendo constantemente caçados por gangues clandestinas de ciborgues. Logan está muito mais velho, tendo um fator de cura falho. Não somente com seus poderes enfraquecidos, Wolverine também fica constantemente doente e sofrendo com muitas dores, bebendo excessivamente para amenizá-las. Após uma garota com poderes similares aos seus entrar em seu caminho, Logan terá sua última chance de redenção.

O filme conta com Hugh Jackman em seu último filme como o carcaju, Patrick Stewart, Boyd Holbrook, Richard E. Grant e Elise Neal em seu elenco e está em cartaz nos cinemas.

Pedro Ornellas Ribeiro

Apenas um cara comum que é considerado estranho por ter lido 3 edições dos Dicionários dos Cineastas e se lembrar do ano de lançamento, nomes e obras de diversos diretores quando era menor. (Ok, isso é um pouco estranho mesmo) Publicitário, mas que sempre quis trabalhar com cinema. Acredita que as pessoas não são ruins, elas só estão perdidas. Talvez por isso ainda acredite em super heróis. Acredita que o mundo não é binário. Por isso, gosta tanto da DC quanto da Marvel, assim como Star Wars e Star Trek. Ama cinema blockbuster, mas não abre mão de poder assistir um filme alternativo sempre que puder. Não gosta de café. Futebol, política e religião se discutem sim, mas sempre numa boa. Ah, filme favorito? Tubarão (1975), do Spielberg.