[Robotflix] Psicopata Americano

Em 1999, o cinema havia sido arrebatado por grandes blockbusters que trouxeram uma onda de novidades e possibilidades. Filmes como Matrix, O Sexto Sentido, A Bruxa de Blair e Clube da Luta haviam se tornado clássicos instantâneos e se estabeleceram como alguns dos filmes mais influentes dos últimos 20 anos. A febre que tomou conta do público causou uma pergunta óbvia: o que viria a seguir? Entre as produções lançadas no ano seguinte, estava Psicopata Americano. E sobre esse incrível filme que iremos falar mais no Robotflix de hoje!

 

Baseado no livro de mesmo nome de Bret Easton Ellis, Psicopata Americano retrata a história de Patrick Bateman (Christian Bale), um jovem yuppie nova-iorquino obcecado com sua aparência física e que busca ascender-se socialmente entre festas e reuniões de gala com os poderosos da cidade. Entretanto, Patrick esconde um segredo terrível: ele é um assassino em série extremamente perigoso e calculista, fazendo novas vítimas a cada semana. O filme seria facilmente confundido com um típico thriller de suspense e perseguição, graças ao elemento do serial killer envolvido em sua trama, chegando até mesmo a ser divulgado dessa maneira para facilitar seu apelo perante o grande público. Entretanto, é justamente na abordagem de sua história em que Psicopata Americano ganha uma personalidade totalmente inesperada e fascinante.

Traçando o perfil clássico dos jovens adultos de classe média alta nos Estados Unidos durante a década de 1980, Ellis e a diretora e roteirista Mary Harron foram capazes de criar uma sátira social perfeita, travestida em uma roupagem de filme de horror. Não espere ver os assassinatos de Patrick como sendo o centro das atenções por aqui. Indo em contramão ao cinema de grande orçamento da época, Harron foi capaz de criar um filme auto contido em sua proposta cômica de satirizar o vazio existencial da Geração X. Bateman é o produto claro desse processo de assepsia social, não conseguindo sentir nada em seu coração ao longo do seu dia a dia. O único momento em que ele se sente realmente vivo foi quando ele tirou a vida de outra pessoa. Assim como seu protagonista, Psicopata Americano possui um contexto muito maior atrás de sua aparente cara de “filme de serial killer”, merecendo ser assistido e celebrado por sua originalidade e pelas atuações magníficas de Bale, Willem Dafoe, Reese Witherspoon e Jared Leto.

Não deixe de conferir esse grande longa escondido dentro da programação da Netflix e aproveite seu final de semana com o melhor do cinema. Até o próximo Robotflix!

Pedro Ornellas Ribeiro

Apenas um cara comum que é considerado estranho por ter lido 3 edições dos Dicionários dos Cineastas e se lembrar do ano de lançamento, nomes e obras de diversos diretores quando era menor. (Ok, isso é um pouco estranho mesmo) Publicitário, mas que sempre quis trabalhar com cinema. Acredita que as pessoas não são ruins, elas só estão perdidas. Talvez por isso ainda acredite em super heróis. Acredita que o mundo não é binário. Por isso, gosta tanto da DC quanto da Marvel, assim como Star Wars e Star Trek. Ama cinema blockbuster, mas não abre mão de poder assistir um filme alternativo sempre que puder. Não gosta de café. Futebol, política e religião se discutem sim, mas sempre numa boa. Ah, filme favorito? Tubarão (1975), do Spielberg.