[RobotReview] Assistimos ao O Poderoso Chefinho

Ficha:
Nome: O Poderoso Chefinho (The Boss Baby)
Direção: Tom McGrath
Música composta por: Hans Zimmer, Steve Mazzaro
Produtoras: DreamWorks Animation, DreamWorks SKG
Distribuidora: 20th Century Fox

Ao entrar na sessão para acompanhar essa animação, logo de cara você já se assusta pela quantidade de crianças e pensa: acho que vou mais me irritar do que acompanhar o filme. Nunca nos enganamos tanto!

O filme conta a história de Tim, garoto até então filho único e super mimado pelos pais, mas tão mimado, que para dormir precisa ouvir várias histórias, ganhar vários abraços e ainda ouvir a sua música especial: The Beatles – Black Bird.

A vida do garoto era tranquila até a chegada de seu irmãozinho, que por incrível que pareça, chega de táxi, terno e maleta na mão! Essa é a grande sacada do diretor e a relação que ele faz da visão de uma criança que recebe seu primeiro irmãozinho e como fica a situação da casa, ou seja, o novo bebê é o novo dono do pedaço e toda a atenção que Tim recebia volta-se para o gurizinho.

Então, Tim começa a reparar mais nesse bebe e descobre que ele fala e tem total ciência de que é o novo mandachuva da casa, e tentando resolver o problema, busca maneiras de conseguir provar tudo isso para seus pais, até que… O resto vocês terão que ver no cinema!

O filme mostra de uma maneira bem bacana como uma casa pode se transformar na presença de uma nova criança e provavelmente que já passou por uma fase dessas vai até se identificar com alguns momentos.

Lembram que foi falado no começo do review que pensávamos que as crianças iam causar uma baderna no cinema? Pelo contrário! Foi um filme em que todos, pais e filhos, deram boas risadas! Ah, e definitivamente, a música Black Bird no filme ficou muito bem empregada!

Caso não tenham visto o trailer ainda, confiram abaixo:

 

A versão em inglês do filme conta com dublagem de: Alec Baldwin, Lis Kudrow, Steve Buscemi, Jimmy Kimmel e Tobey Maguire.O filme estreou nas telonas do Brasil no dia 30 de Março, portanto, corram para que conseguiam pegar uma sessão!

 

Thales Figueiredo

Um geek vidrado em jogos, filmes, séries, músicas, livros, HQ’s e diversas coisas relacionadas a esse mundo. Cientista da computação, web designer, músico nas horas vagas, geminiano e tremendo sonhador. Aceita com facilidade ofertas de café.